10 de maio de 2010

Dia das Mães

No almoço do dia das Mães de hoje me lembrei de um fato que aconteceu comigo nesta data. Há muitos anos minha mãe resolveu passar o dia das Mães com minha Vozinha em Caetité, deixando eu, meu pai e meus dois irmãos aqui em Salvador. Como não tínhamos nada para almoçar em casa no domingo, resolvemos sair para almoçar fora. Quando chegamos ao restaurante, já cientes das filas que enfrentaríamos por ser Dia das Mães, fomos surpreendidos por olhares piedosos de todos, inclusive do gerente do local que prontamente nos arrumou uma mesa. Não ficamos nem 10 min esperando. Os garçons pareciam anjos nos servindo, todos ao redor nos apontando. No início ficamos um pouco incomodados e sem entender o que se passava, mas depois percebemos que as pessoas estavam com pena porque achava que não tínhamos mãe e que meu Pai tinha nos criado tipo Pãe (pai e mãe). Foi aí que começamos a fazer cara de coitadinhos para ver se o gerente liberava de pagar a conta, mas não colou. Mas já valeu cortar fila com consentimento, ser muito bem servida e o melhor, saber que eu tenho uma mãezona maravilhosa e viva para eu amar para sempre. Feliz dia das Mães para todas as heroínas existentes, especialmente para minha vovó que já está bem melhor depois da overdose do remédio de pressão.

Segue foto da minha negona no almoço, já está com o astral recuperado.



Tá pensando que foi fácil tirar essa foto?! Olha ai:

video

4 comentários:

  1. Muito engraçado!!!!!!! KKKKKKKKKKKKKKKKKKKK

    ResponderExcluir
  2. Minha Vó Tisa toda gatinha! Jogando duro! rsrs

    ResponderExcluir
  3. rsrsrsrs!!

    oootiiimooo,sempre!!

    jooo

    ResponderExcluir
  4. LINDA>.PERFEITA....que criatura divina Moca....sou doida por vovos...e a sua é especial!!!

    ResponderExcluir